Ana

Neste ano diferente aprendi a lidar com a saudade através de um vidro, que como dói, ver e não puder tocar em quem mais amamos.