Carla Rocha

No meu dia a dia,apanho as tampas das garrafas que encontro no chão.Já juntei o suficiente para uma cadeira de rodas e ofereci a quem mais precisava.