Carlos Coelho

Ter um bebé nos braços é como ter um bilhete para a Disneyland Paris: o nascimento dá aquele frio na barriga, cada nova descoberta é uma atração, e vivemos uma montanha-russa de emoções que me faz passear pela magia de ser novamente criança!