Daniela Gonçalves

Passamos a valorizar mais o arroz meio insosso, a roupa meia engelhada, o toque dos da casa. Que bom valorizar o que é tão próprio de cada família.