Inês Martins

O melhor de 2020 foi assistir aos meus pais a interagir diariamente com a neta, e conseguir ver nesta relação a infância que tive com os meus avós