Luana Santos

Peguei uma margarida e fiz o “bem-me-quer, mal-me-quer”… deu bem-me-quer, sorri de felicidade porque tenho Corine de Farme sempre no meu dia a dia.