Luís Simões

Abraçar cada momento, confiar no meu instinto e lembrar que, no fim do dia, o que está no coração da paternalidade é a paciência, compreensão e, acima de tudo, o amor incondicional