Lurdes Almeida

Este ano tão incomum , tirou me a liberdade e privou me de bons momentos, mas não me tirou ninguém, e isso foi o mais importante: a minha família.