Maria Oliveira

A natureza da-me paz
Que saudades do cheiro e de correr descalça na terra lavrada
Apaixonada, fui buscar o rapaz,
Depois do Marão, numa aldeia gelada